Sobre cartões

O cartão é um meio de pagamento eletrônico que pode ser físico ou digital. Ele possibilita que pessoas façam pagamento de compras realizadas presencialmente em lojas físicas, pela internet, em comércios eletrônicos e até mesmo saques em dinheiro em caixas eletrônicos.


Conhecendo o cartão

FIG: Exemplo de cartão e seus atributosFIG: Exemplo de cartão e seus atributos

FIG: Exemplo de cartão e seus atributos

A - Chip: armazena as informações necessárias para efetuar a transação de maneira mais segura do que a tarja magnética, pois suporta funções criptográficas.

B - Indicação de contactless: este símbolo significa que o cartão pode realizar pagamentos sem contato e por proximidade física da maquininha de cartões (não apenas o inserindo).

C - Tarja magnética: também armazena informações necessárias para efetuar uma transação, mas não é segura como o chip.

👍

Dica

A plataforma da Dock permite que o emissor bloqueie transações efetuadas através da tarja magnética para cartões, utilizando a feature de Função multicontrole.

D - Card Security Code (CSC) ou Card Verification Value (CVV): este é um código de segurança do cartão, composto por um número de 3 ou 4 dígitos que geralmente fica atrás do cartão. É muito utilizado em compras na internet para validar um cartão.

E - Nome do portador: o nome do titular do cartão é normalmente impresso em cartões, no entanto, é possível criar cartões No name, o que permite que o cartão seja impresso sem um titular associado.

F - Número do cartão: os cartões são identificados através de uma numeração, conhecida como PAN (Primary Account Number). Essa numeração é padronizada através da norma ISO/IEC 7812. Ordenando este número da esquerda para a direita, ele é composto por:

  • Número de identificação do banco (BIN) ou número de identificação da instituição (IIN): primeiros 4 a 8 dígitos do cartão. É o número de identificação da instituição que emitiu o cartão;
  • Intervalo BIN: Os 3 dígitos após o BIN. Significa a quantidade (range) de números de cartão que um BIN pode emitir;
  • Identificador de conta individual: número variável que identifica a conta individual na empresa de gravação de cartão.
  • Dígito de verificação: este é o último dígito do número do cartão. É gerado por um algoritmo denominado "Algoritmo de Luhn" ou "Fórmula de Luhn", que calcula o dígito para evitar erros na geração do número.

G - Validade do cartão: todos os cartões têm uma data de validade. Após essa data, ele ficará inválido e será necessário obter um novo. Este método é utilizado para garantir a atualização das informações do titular e a segurança do cartão, uma vez que o prazo de validade também é utilizado para confirmar as compras no e-commerce.

H - Logo do emissor / bandeira: todos os cartões impressos possuem o logotipo do emissor / bandeira responsáveis pela sua emissão.


Cartões bandeirados e cartões private label

É possível que emissores comercializem cartões bandeirados ou private label.

Os cartões bandeirados são cartões emitidos por uma empresa, mas que possuem bandeiras como Visa, Mastercard e ELO. A bandeira licencia o uso de sua logomarca para cada um dos emissores e credenciadoras, indicada nos estabelecimentos credenciados e impressa nos respectivos cartões, e viabiliza a liquidação dos eventos financeiros decorrentes do uso dos cartões e a expansão da rede de estabelecimentos credenciados no país e no exterior.

Saiba mais sobre Private label.


Cartões físicos e virtuais

Os cartões físicos são vinculados a um objeto plástico. Esse cartão pode ser inserido em terminais na realização de compras presenciais e saques, e também pode ser usado em compras na internet, basta seu portador informar os dados do cartão no site no momento da finalização de uma compra. Saiba mais sobre Cartões físicos.

Os cartões virtuais não estão vinculados a um objeto plástico. Normalmente, o portador pode gerar um cartão virtual através do aplicativo do seu emissor de cartão, que pode ser usado exclusivamente em transações de compras em sites e outros serviços online. É uma boa opção para utilizar em transações sem ter que esperar o cartão físico chegar em casa. Saiba mais sobre Cartões virtuais.


Dispositivos com e sem contato (contactless)

Os cartões podem ser utilizados em transações com contato (ex.: quando é necessário inserir o cartão em um terminal) e em transações sem contato (ex.: quando não é necessário inserir o cartão no terminal, apenas aproximá-lo).

Para que a transação sem contato (contactless) possa ocorrer, é necessário que o cartão e o terminal tenham a tecnologia de NFCNFC - Trata-se de uma comunicação sem fio cujo funcionamento se difere do Bluetooth e Wi-Fi, pois requer a aproximação entre dois dispositivos. Dessa forma, é possível realizar pagamentos e vender produtos ou serviços apenas aproximando um celular que detenha um chip com tecnologia NFC à um equipamento compatível. (Near Field Comunication).

👍

Dica

A plataforma da Dock permite que o emissor realize configurações relacionadas a contactless, como possibilitar definição de valor máximo para permitir que cartões façam transações contactless sem senha. Saiba mais sobre Função multicontrole.

Processo de embossing de cartões

O processo de impressão ou gravação de um determinado cartão é comumente chamado no mercado de embossing. Esse processo envolve toda a impressão, gravação dos dados sensíveis no chip e na tarja magnética, como o nome do titular, o número e a data de validade do cartão.


Status de cartões

A plataforma da Dock permite a classificação de status para cartões, como:

  • Normal;
  • Bloqueado;
  • Cancelado;
  • Perda;
  • Roubo;
  • Cancelado Cliente;
  • Cancelado Banco;
  • Extravio;
  • Cancelado Danificado;
  • Cancelado Vencido;
  • Cancelado Falecimento Titular;
  • Roubo ou Furto Exterior;
  • Bloqueado Senha Incorreta.


Did this page help you?